18 junho 2009

O ron-ron do gatinho

.
O gato é uma maquininha
que a natureza inventou;
tem pelo, bigode, unhas
e dentro tem um motor.
.
Mas um motor diferente
desses que tem nos bonecos
porque o motor do gato
não é um motor elétrico .
.
É um motor afetivo
que bate em seu coração
por isso ele faz ron-ron
para mostrar gratidão.
.
No passado se dizia
que esse ron-ron tão doce
era causa de alergia
pra quem sofria de tosse.
.
Tudo bobagem, despeito,
calúnias contra o bichinho:
esse ron-ron em seu peito
não é doença é carinho.
.
Ferreira Gullar
.

7 comentários:

Whesley Fagliari dos Santos disse...

Querida Leonor,

Coisa mais linda esta sua publicação... Adorei! Eu que tenho gato e sou apaixonado por animal fiquei bastante emocionado... Tanto o texto quanto o vídeo: lindos! Parabéns!

Luz e paz!

Com carinho,
Whesley

Elaine dos Santos disse...

Ameeeei...parabéns pelo resgate destes versos.

Elaine dos Santos disse...

opsss...lembrei, os gatos da casa tbém gostaram...rsrsrs...abçs.

Paula disse...

Ferreira Gullar é ótimo, não??
A-do-rei!!
Uma semana iluminada!

Aldora disse...

Olá gostei muito de seu bloguinho e do video do motorzinho, eu tenho 7 motores fazendo ron-ron em minha casa não sei qual mais se vir nos meus blogues eles ando sempre por lá.
Bom fim de semana
beijinhos
Aldora

Lou Vilela disse...

Sempre me encanto quando venho aqui! ;)

Não me recordo se cheguei a comentar, mas criei um blog específico para os meus textos infantis. Chama-se Ritmos e Rimas (http://ritmoserimas.blogspot.com/).

Abraço,
Lou

Madalena Barranco disse...

Leonor querida,

Esse poema do Gullar ronronou em minha telinha acesa!

Beijos.