26 abril 2009

Querido Mateus

.
.
Querido Mateus
.
Palavras que amamos tanto, há muitos anos, dormem em dicionário. Hoje tirei do sono três palavras para dar de presente a você: Livre, Terra e Irmão.
Quando escritas, lê-se poesia; se faladas, são melodia; somadas, fazem novo dia.
Com saudades, despede a
Ana
.
.
.
Correspondência
Bartolomeu Campos Queirós
Editora Miguilim
.

3 comentários:

Clara disse...

Leonor amei o texto!!
e obrigada pela visita.
grande beijo.

Paula disse...

Que lindo Leonor! Ler seu blog é sempre uma viagem agradável e pitoresca!
Passei para desejar uma semana iluminada!

Valdemir Reis disse...

Olá Leonora, estou visitando este espaço maravilhoso! Parabéns pelo excelente trabalho realizado. Interessante suas publicações, ótimo texto, uma grande contribuição. Feliz e honrado por sua amizade. Acredito; aquele que caminha sozinho pode até chegar mais rápido... Porém quem segue acompanhado de um amigo com certeza vai mais longe... Espero sua visita! Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Votos de um feliz e divertido fim de semana, sucesso, muita paz, saúde, brilho, bênçãos, proteção e alegria. Fique com Deus.
Um abraço fraterno.
Valdemir Reis